Você está aqui: Página Inicial Notícias Secretaria Nacional de Juventude fomenta intercâmbio internacional de políticas públicas para o segmento

Secretaria Nacional de Juventude fomenta intercâmbio internacional de políticas públicas para o segmento

27/05/2011

Como parte da estratégia de consolidar uma agenda de intercâmbio internacional sobre políticas públicas de juventude, a secretária nacional de Juventude, Severine Macedo, se reuniu, na última quarta-feira, com uma delegação de chineses, liderada por Lu Aon, primeiro-secretário da Liga da Juventude Comunista da China. O encontrou debateu a experiência dos dois países, especialmente as questões relacionadas ao trabalho e à geração de renda  para jovens.

Severine explicou a importância da juventude para o desenvolvimento do Brasil e ressaltou que, atualmente, o país tem a maior população jovem da sua história: 50 milhões de pessoas na faixa entre 15 e 29 anos.

Ela relatou os principais papéis da Secretaria Nacional de Juventude, como a articulação e coordenação das políticas para jovens no Governo Federal, o estímulo e a orientação das ações para o setor nos estados e municípios, o diálogo entre a União e os movimentos sociais juvenis e a coordenação do Programa Nacional de Inclusão de Jovens – ProJovem Urbano.

A secretária também falou sobre a relevância da participação social na construção das políticas de juventude e convidou a delegação chinesa para comparecer à 2ª Conferência Nacional de Juventude, cuja primeira edição contou com a mobilização de mais de 400 mil jovens.

O interesse de Lu Aon foi, mais especificamente, nas políticas de geração de emprego e renda do governo brasileiro. Severine destacou o bom momento da economia nacional, com destaque para a descoberta do pré-sal e de grandes eventos – Copa do Mundo e Jogos Olímpicos –, que permitiu a redução do desemprego na população. Por outro lado, os desafios são a qualificação profissional e a inserção do jovem no mercado de trabalho. Neste sentido, ela destacou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico, que irá atender 8 milhões de pessoas.

Outro ponto relatado por Severine foram as políticas específicas para grupos juvenis. Para as mulheres, o destaque foi para os programas que garantam renda e autonomia e equipamentos para que elas possam trabalhar e cuidar dos filhos. A preocupação com os jovens negros é o enfrentamento à mortalidade. E, no campo, o foco será a geração de rensa e o acesso ao crédito.

Por fim, a delegação oriental convidou Severine para conhecer a experiência de políticas para a juventude na China. Lu Aon explicou que a missão da Liga da Juventude Comunista é orientar, organizar servir e proteger os jovens chineses.

Fonte: Conjuve

comments powered by Disqus