Você está aqui: Página Inicial Notícias Jovens participam de formações sobre empreendedorismo rural na Bahia

Jovens participam de formações sobre empreendedorismo rural na Bahia

09/05/2012

Desenvolvimento territorial e juventude, relações sociais de gênero, identidade e sexualidade, desenvolvimento sustentável. Esses são alguns dos assuntos discutidos nesta semana por jovens integrantes da segunda turma do Programa de Empreendedorismo do Jovem Rural na Bahia, ação desenvolvida pelo Instituto Souza Cruz em parceria com o Movimento de Organização Comunitária (MOC). Até sexta-feira (11), jovens de 16 a 26 anos de idade participam da V Sequência de Formação do Programa, realizada no Centro de Formação Comunitária em Feira de Santana (BA).

Ao todo, 30 jovens de nove municípios dos territórios do Sisal e da bacia do Jacuípe, no estado nordestino, participam desta edição do Programa. De acordo com o educador Abimael Passos, a V Sequência de Formação, iniciada na segunda-feira (7), tem a intenção de "identificar e potencializar a ação empreendedora dos jovens”. Durante esta semana, as/os participantes terão a oportunidade de discutir sobre como realizar o diagnóstico da unidade familiar, além de discutir sobre desenvolvimento rural sustentável, juventude e desenvolvimento territorial.

Segundo Passos, a formação ainda aproveitará a Celebração das Culturas dos Sertões – evento realizado até esta quarta-feira (9) em Feira de Santana – para discutir com os/as participantes questões relacionadas às culturas dos Sertões e da Bahia. Outro ponto a ser trabalhado nesta semana será as relações sociais de gênero, identidade e sexualidade. Para o educador, é importante discutir com os/as jovens sobre sexualidade para evitar gravidez indesejada, por exemplo.

Esta semana também fecha o primeiro ciclo do Programa, dedicado à formação humana. Os próximos dois ciclos – dez "sequências de formação” – serão voltados para a parte técnica e gerencial dos projetos que serão desenvolvidos pelos/as jovens. "Esse primeiro ciclo [que termina sexta-feira] teve como foco o jovem e a sua família; discutimos valores, a participação do jovem na unidade familiar, as culturas e os costumes”, afirma.

Passos destaca que as formações, além da parte técnica, ressaltam os valores e mostram aos jovens que ele/as podem ser atores do processo de desenvolvimento. "É importante que eles se percebam enquanto indivíduo, como protagonistas da própria história, que eles corram os riscos e se tornem grandes líderes”, comenta.

O Programa

O Programa de Empreendedorismo do Jovem Rural na Bahia é uma iniciativa do Instituto Souza Cruz em parceria com o Movimento de Organização Comunitária (MOC). De acordo com o educador Abimael Passos, o programa, no estado, tem a duração de 11 meses. Nesta edição, participam da atividade 30 jovens entre 16 e 26 anos de idade, sendo cerca de 70% mulheres. Os/as participantes possuem ensino fundamental completo e são de áreas da agricultura familiar da Bahia onde o MOC já atua.

O educador explica que o Programa segue a Metodologia da Alternância, ou seja, os/as participantes passam uma semana tendo atividades teóricas e 15 dias nas unidades familiares aplicando os conhecimentos adquiridos nos encontros. A ideia é que eles/as possam construir projetos para geração de emprego e renda na unidade familiar.

Além da Bahia, o Programa também está presente em outros estados - como Ceará, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul - através de parcerias com outras entidades e movimentos.

Fonte: Adital

comments powered by Disqus