Você está aqui: Página Inicial Notícias Exposição da Oi Kabum! mostra produção de jovens em comunicação de arte no Recife

Exposição da Oi Kabum! mostra produção de jovens em comunicação de arte no Recife

27/05/2011

A Oi Kabum! Escola de Arte e Tecnologia forma jovens em tecnologias de comunicação. É um programa do Instituto Oi Futuro, realizado no Recife (PE), pela Ong Auçuba – Comunicação e Educação, e também nas cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Salvador.

A Mostra “BUM ID! ... SEJA ONDE ESTIVER”, aberta no dia 17, apresenta os trabalhos de cerca de 80 jovens, a terceira turma do projeto. O tema é identidade e, por meio da comunicação e da arte, as obras dos jovens refletem suas realidades.

Os produtos em exibição envolvem quatro linguagens, correspondentes à formação oferecida pelo projeto, que dura um ano e meio: computação gráfica, design, fotografia e vídeo. Módulos transversais transmitem aos alunos "História da Arte e Tecnologia”, "Palavra e Web” e "Ser e Conviver”.

Parte dos expositores está na primeira etapa de formação, no qual são capacitados na linguagem escolhida. A outra parte já está na segunda etapa, chamada de Núcleo de Produção (NP), na qual há inserção deles no mundo do trabalho pelo viés da arte, tecnologia e comunicação. Além de clientes que contratam o trabalho dos jovens, há também projetos com a comunidade e trabalhos autorais.

Um grupo de alunos apresenta um trabalho feito na comunidade do Bongi sobre a festa de São Cosme e Damião, intitulado A Cor do Confeito. Fotografia, documentário e um livro, com imagens e poesias, contam a história.

Outro trabalho a ser compartilhado com os visitantes da Mostra será a pesquisa fotográfica Frutos de Luz - Uma Viagem ao Passado. A pesquisa revela a busca pela memória e identidade de cada jovem a partir de suas fotografias e dos seus familiares.

Por meio da exposição, “esperamos criar um ambiente de expressão para que eles falem do ambiente em que vivem e expressem seus desejos na perspectiva profissional, humana e pessoal”, afirma João Lin, coordenador assistente do projeto.

"Esse é um trabalho que busca oferecer condições do jovem se inserir no mundo do trabalho, mas vai além de dialogar com o mercado, pois eles desenvolvem uma perspectiva questionadora. Não irão simplesmente ocupar uma vaga no mercado”, avalia João Lin.

Fonte: Assessoria

comments powered by Disqus