Você está aqui: Página Inicial Acervo Edição 21 Link cultural

Link cultural

Os personagens e os eixos que ajudam a despertar sintonia entre as artes e o desenvolvimento dos jovens.

11/08/2011

11/08/2011

Para construir esta edição -- Palco Juvenil --, Onda Jovem ativou seus radares na pesquisa de dados e coleta de depoimentos, delineando assim temas, necessidades e ações que requerem cada vez mais articulação e sintonia para aproximar os jovens das manifestações culturais em favor da melhoria de sua educação.

Confira os destaques que, funcionando como sonares ou âncoras, podem contribuir com a atuação de todos os envolvidos nessa causa.
Sonares e âncoras

“O respeito é o ponto forte da relação entre cultura e educação. A escola pode tratar a cultura como fator de desenvolvimento educacional e não simplesmente como conhecimentos isolados.”
Diogo de Oliveira Lopes, 19 anos, 2º ano do ensino médio em Fortaleza, CE

“O eixo é a valorização da cidadania e a criação de um sentimento de identidade, de ‘eu no mundo’.”
José Nogueira de Souza, professor do projeto Nossa Cara, de artes visuais, na EE Canuto do Val, em SP

“Ficou muito mais fácil conhecer a cultura de outra região e de outras pessoas pela internet.”
Michelly Batista da Silva, 17 anos, cursa 3º ano do ensino médio no Rio de Janeiro (RJ)
79% das cidades brasileiras não têm salas de espetáculos

“O som da rabeca, estridente, rasgado, me levou à alma nordestina, fez com que eu me encontrasse.”
Fabrício do nascimento Cardoso, 18 anos, vestibulando de Natal (RN)

“Na escola pública em que fiz o ensino médio, o ensino de arte era menos do que básico, e a prática, muito pouco.”
Júnia Santo Souza, 17 anos, faz curso profissionalizante de artes visuais, em Belo Horizonte, MG

“O impacto na cidade foi enorme. Antes, a atividade cultural era quase nula. Agora tem temporada de concertos, além da apresentação de balé e ópera.”
Vantoil De Souza Júnior, maestro e coordenador do projeto “Música nas Escolas”, em Barra Mansa (RJ)
78% dos municípios não mantêm museus

“Até então, eu só tinha visto filmes em DVD. Hoje, eu vejo muitos filmes, inclusive os nacionais, que antes eu não gostava.
Katia Morais, 15 anos, estudante e programadora do CineClube Arte 7, da Fundação Museu do Homem Americano, em São Raimundo Nonato, PI

“Comecei a gostar de ler, passei a me interessar por todos os assuntos.”
Letícia Helena Pinheiro, de 16 anos, faz o segundo ano do ensino médio em Espírito Santo do Pinhal (SP)
91% dos municípios não têm sala de cinema

“Os jovens se apropriaram com muita facilidade das novas tecnologias de produção e divulgação do audiovisual.”
Laís Bodanzky, diretora de cinema e teatro

“A escola pode ajudar promovendo descolamentos para que crianças e jovens possam usufruir, pelo menos em parte, da programação cultural de suas cidades e regiões.”
Heloísa Buarque de Hollanda, historiadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde desenvolve o projeto Universidade das Quebradas

“O respeito é o ponto mais forte da relação entre cultura e educação. A escola pode tratar a cultura como fator de desenvolvimento educacional e não simplesmente como conhecimentos isolados.”
Diogo de Oliveira Lopes, 19 anos, cursa o 2º ano do ensino médio em Fortaleza (CE)
11,5% das cidades possuem orquestra

“O eixo é a valorização da cidadania e a criação de um sentimento de identidade, de ‘eu no mundo’.”
José Nogueira de Souza, professor e coordenador do projeto Nossa Cara, de artes visuais, com alunos da E.E. Canuto do Val, em SP

“Na escola pública em que fiz o ensino médio, o ensino de arte era menos do que o básico, e a prática, muito pouco.”
Júnia Santo Souza, 17 anos, faz curso profissionalizante de artes visuais, em Belo Horizonte (MG)