Você está aqui: Página Inicial Acervo Edição 21 Cortinas Lyricas

Cortinas Lyricas

Teatro Oficina abre série de música erudita, com 36 apresentações aos domingos a preço popular (R$ 1,00).

11/08/2011

11/08/2011

 

Com portas e janelas abertas para experimentação e para a troca entre a música erudita e o público, a partir do próximo dia 13 de março o Teatro Oficina, em SP, abrigará em sua pista e galerias a série Cortinas Lyricas, com recitais que pretendem aproximar a plateia das performances de cantores e músicos.

Serão 36 apresentações ao todo, mesclando pocket óperas e as mais diversas formações instrumentais – e vocais – que envolvem tanto artistas com histórias já consolidadas em suas áreas quanto cantores que estão iniciando suas carreiras.

As Cortinas Lyricas acontecem sempre aos domingos, ao meio-dia (12h), com ingressos a R$ 1,00. A série conta com o patrocínio da Petrobras, assim como a manutenção da Cia Oficina e a finalização e lançamento (previstos para este ano) de quatro DVDs – com os espetáculos “Vento forte para um papagaio subir”, “Taniko – o rito do mar” e “Os bandidos” (versão integral e versão reduzida).

A abertura da série acontece logo após o carnaval (dia 13/03), com uma das obras mais conhecidas de Mozart: A Flauta Mágica. Apresentada no formato de pocket ópera, a sessão contará com a participação de dez jovens cantores, acompanhados ao piano. A direção de Mauro Wrona inclui narração, em português, da cantora lírica e atriz do Oficina Naomy Schölling, que assina também a idealização e curadoria de todo o projeto.

Ainda em março, no domingo seguinte (dia 20/03), acontece o espetáculo La Vie en Close, com a cantora franco-brasileira Annick Dubois. Acompanhada pelos músicos Gabriel Levy (acordeon e piano), João Moreira Reis (piano), Paulo Tiné (violão) e Johnny Frateschi (contrabaixo acústico), a cantora faz um passeio pelo rico universo musical francês, mostrando o namoro que sempre houve entre a música erudita e popular. No repertório, canções de Erik Satie e composições de Claude Debussy, Maurice Ravel e Ambroise Thomas.

Para finalizar a programação do mês (dia 27/03), o diretor Luiz Eduardo Frin reúne o tenor Marco Antonio Jordão, o pianista Aimar de Noronha Santinho e a atriz Fernanda Schaberle no recital-espetáculo Dichterliebe: Canções, Poemas, Cartas, Cenas... De Amor. Tendo como ponto de partida a obra Dichterliebe, op.48, de Robert Schumann, o espetáculo faz uma fusão entre o famoso ciclo de canções com cartas e diários do compositor e de sua esposa Clara Schumann. Em cena, o drama, a narração e a música potencializam-se em suas expressões individuais, a partir das relações que estabelecem uns com os outros.

Início

A série Cortinas Lyricas teve sua primeira edição em 2008, ainda como projeto piloto. Desde o início a idéia foi abrir espaço para que artistas da música erudita pudessem mostrar seus trabalhos, já que os teatros tradicionalmente dedicados à linguagem estavam cada vez mais escassos e fechados para novas experimentações. Naquele ano, o projeto teve 25 apresentações e reuniu mais de 60 artistas em cena. Contou, entre outros, com a participação do compositor brasileiro Edmundo Villani-Côrtes, da pianista Karin Uzun, do tenor espanhol Jordi Quelart, do Spalla do naipe de violas e da flautista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Renato Bandel e Cassia Carrascoza, respectivamente.

Segundo Naomy Schölling, a série Cortinas Lyricas representou, em 2008, o primeiro passo na idéia maior da criação de um núcleo alternativo de ópera. Ao mesmo tempo, era uma possibilidade de exercício para os próprios artistas, que tinham nessas apresentações a chance de se aperfeiçoar como cantores e solistas. “A própria arquitetura do Teatro Oficina já é um desafio para o cantor de ópera, geralmente acostumado a uma distância maior entre ele e o público”, acrescenta Naomy. “No Oficina há uma proximidade; fica tudo mais real, mais palpável”.
Parede-Janela

Contando com a luz do meio-dia que entra pela parede-janela projetada por Lina Bo Bardi para o Teatro Oficina, cada artista das Cortinas Lyricas terá, nesta segunda edição do projeto, a chance de explorar o espaço da maneira que quiser. Sendo assim, o público poderá encontrar uma disposição completamente única a cada domingo, experimentando, junto com os cantores, atores e músicos, outras possibilidades de viver a relação com a música erudita.

O preço do ingresso é outro atrativo importante, garantido graças ao patrocínio da Petrobras. “Queremos que o público de teatro do Oficina conheça mais sobre a música erudita e que as plateias de concertos e óperas conheçam nosso teatro”, afirma Naomy, explicando que já estão sendo feitos contatos com escolas e organizações do Bixiga para que grupos do bairro comecem a frequentar as sessões líricas do Teatro. “Todo domingo temos uma feira popular perto do Oficina. Quem sabe não vira uma programação dominical comer pastel de feira e, depois, curtir uma ópera? Essa diversidade é a cara do Bixiga, do Oficina e, se tudo der certo, será também das Cortinas Lyricas”.
Serviço:

CORTINAS LYRICAS

Local: Teatro Oficina (Rua Jaceguai, 520, Bixiga. Tel: 11. 3106-2818).
Capacidade: 350 pessoas.
Data: Todos os domingos, entre 13 de março e 24 de julho de 2011.
Horário: Meio-dia.
Horário da bilheteria: Nos dias das apresentações, uma hora antes de cada sessão.
Ingresso: R$ 1,00.
Indicação etária: Livre.

Programação: Conferir no site www.teatroficina.com.br e http://cortinaslyricasdooficina.blogspot.com/

Fonte: Teatro Oficina/ Assessoria